sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Do que um grupo mais precisa para dá certo:


Diante da afirmação de que os grupos em Bacabal estão desacreditados, e tal afirmação veio de pessoas que dizem ter uma vivência longa e com muita experiência no assunto, tive curiosidade para saber onde está o erro, ou motivos para que se ponha em cheque o que mais foi pregado, e ao longo de toda uma historia da humanidade, como sendo o meio mais viável para se chegar às conquistas mais almejadas pelo povo, que é  a organização e união, o que significa GRUPO. Por isso resolvi perguntar, e não a qualquer pessoa, mas às que têm uma história no que diz respeito ao assunto, como frisei acima.

No seu ponto de vista,  o que um grupo precisa ter para dá realmente certo?

Quem respondeu e o que 

Ferreirinha - Presidente de um grupo de Meio Ambiente: Determinação e Compromisso.
Natália - Assistente Social, Coordenadora e Educadora de crianças e adolescentes com dificuldades: Confiança, Sinceridade e Transparência
Claudemir - Do grupo Mova Juventude: Organização e União.
Manoel de Jesus - Ex presidente e ex diretor da Central de Associações de Bacabal-CAIB, e membro Associação de Bairro: União e Compromisso.
Evilásio - Organizador da Quadrilha Junina Flor do Sertão, e presidente de Associação de Bairro: União com Responsabilidade.
Zorro - Ex candidato a deputado estadual e organizador de grupo: Companheirismo.
Guimarães - Ex Secretário de Agricultura: Afinidade.
Genivaldo - Associação de Moradores: União.
Areli - Presidente de Associação de Moradores: União, Companheirismo e Disponibilidade.
Renato das Fitas - Ex Assessor de deputado e com vivência em grupos: Solidariedade, Sinceridade e Fidelidade.
Liduina - Professora, ex vereadora, ex candidata a deputada estadual e com muita vivência em  grupos: Planejamento estratégico, com definição clara de sua missão, mediado  pela união dos seus membros e transparência nos atos.
Pedro Paulo - Com vivência em grupos da Igreja: Não envolver Política partidária.
Carlinhos - Presidente de uma  Associação de Bairro: Sinceridade, Respeito e Fé em Deus.
Jean - Professor e com vivência em grupos: O mesmo Objetivo, os mesmos Sonhos e os mesmos Ideais.

Senhores(a), na realidade todas as respostas certamente são corretas, e quando o objetivo de um GRUPO não é alcançado, é porque faltou algum do itens apontados. O caminho para que um povo se organize e assuma o poder que tem, é a União sincera em GRUPOS. E este Blog procura com empenho, provocar nas pessoas a necessidade de se organizarem em GRUPOS.

 



quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Grupo OPÇÃO! Uma realidade?


Em 05 de Novembro de 2014, depois de alguns questionamentos, resolvemos fazer uma reunião. Eramos  sete pessoas. Todos queríamos fazer parte do grupo que começava. E até resolvemos abrir um Caixa, que faria parte do grupo. 

Aquele grupo daria certo, porque todos nós dissemos que daria. Surgiram algumas sugestões para o nome do grupo, e o nome OPÇÃO foi escolhido. decidimos que faríamos as reuniões de 15 em 15 dias, e naquele momento aconteceu o primeiro pagamento.

Alguns imprevistos aconteceram. Das sete pessoas que iniciaram, ficaram três. Quando as fantasias passam, o que fica é o que sobrou do crivo.

A história que se inicia, precisa acompanhar o percurso do caminho para continuar.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Nasce em Bacabal uma OPÇÃO


Porque o nome opção?

Pela simplicidade que expressa, apesar do significado. Que não sugere propaganda, porque as propagandas que servem, para demostrar algo, com o objetivo de despertar interesse de aquisição, também servem para empurrar algo que não se necessita, e por isso o dono pode querer se livrar ou vender algo que você pode não necessitar de verdade, porque o convencimento não ocorreu naturalmente.

“Se você precisa  dizer o que você é, é porque não é” (Margaret Thatcher).
Não precisamos chamar a atenção da sociedade com marketing. Não com o marketing do qual o candidato da política partidária se utiliza   para convencer o povo a lhe dá poder. Precisamos ter atitudes que nos divulgue, já que queremos tanto nos projetar. E se já espalhamos por aí uma imagem de corrupto, agora tratemos de procurar apagar, e não se faz isso     com os discurso  ensinados nos palanques. Deles o povo vem adquirindo nojo.

Mostremos atitudes de quem quer fazer, não de quem quer dizer que vai fazer. Isso, aliás, nossos ilustres “representantes, sempre fizeram, e é por isso, também, que nossas atitudes são atitudes de verdadeiros corruptos, porque acreditamos que temos que dá o “troco”.

Fomos alertados da questão de colocar no grupo, os “sabidos”, porque eles chegam, mexem, observam se podem ser projetados, bagunçam, e vão embora.

A convicção que nos fez tentar dá um passo para o grupo, nos garante que esses passos, os lá do início, são necessários. E Deles não abriremos mão, porque, é por causa deles, que nossas reuniões continuam, mesmo quando alguém, que se acha “esperto”, tenta acabar.

Senhores(a), o Nome em questão, foi escolhido, por uma pessoa que vem devotando boa parte de seu tempo, para que mais pessoas se juntem a nós para completar, o grupo, cujo nome significa POSSIBILIDADE DE ESCOLHA. E quando convidamos alguém, ou aceitamos que por decisão própria, ela venha, é porque acreditamos firmemente que querem nos ajudar a plantar ideias boas, e nunca arrancar as que já temos.

Sabemos que nenhum de nós, se empenhará no que quer que seja, sem que acredite, a menos, que por dinheiro, como nos casos dos cabos eleitorais, que todos nós já fomos um dia. Confiamos, ou pelo menos temos tendência de confiar naquilo que empreendemos, e é por isso que insistimos que cada um de nós tomemos posse do desejo ser espelhos. Não importa se somos muito novos enquanto nação. Não nos apeguemos a essa desculpa, isso não nos interessa. Temos que começar agora,  o que deveríamos  ter começados a 100 anos atrás, nas pessoas dos nossos antepassados.

Quando falo sobre POSSIBILIDADE DE ESCOLHA, me refiro ao fato da liberdade, que a natureza nos proporcionou, quando nos fez livre. E se observarmos as leis, se dermos o devido respeito, se procurarmos ajudar aos nossos semelhantes, sem demagogia, é possível que tenhamos mesmo uma POSSIBILIDADE DE ESCOLHA, ou se preferir, OPÇÂO.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O comandante do 15ºBPM reúne com comandantes de destacamentos


O comandante do 15º BPM explica com fica a situação dos destacamentos(Os doze municípios que estão sob o comando do 15º BPM), em sua gestão.

Click na foto para ouvir   
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     


sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

1ª Reunião no 15º BPM convocada pelo novo comandante, Miguel Neto




Com o objetivo de dinamizar o serviço da Polícia Militar em Bacabal,  tornando-o ainda mais eficiente, e proveitoso para a população, o novo comandante do 15º BPM, Major Miguel Neto, reuniu ontem (23), pela manhã, no auditório do Quartel, um número bastante elevado de policiais, para tratar de assuntos referentes às escalas de serviços e algumas pequenas modificações.
Como ficarão as escalas e quais as modificações:
A decisão, onde a escala da Rádio Patrulha passou a ser de 12 horas de serviço por 24 horas de folga e de 12 horas de serviço por 72 de folga, é a primeira na Polícia Militar do Maranhão. E foram também adequadas às escalas de serviço da Força Tática, COPOM e Unidade Falcão, que passará a ser chamada de Esquadrão Águia, obedecendo um nome padrão de todo o Estado do Maranhão. E foram extintas, a Patrulha de Trânsito e a Patrulha Rural.
As medidas tomadas pelo atual comandante,  parece ter agradado. Num clima de democracia, e até, digamos de descontração foram distribuídas algumas funções aos oficiais e uma parcela de responsabilidade para todos os que fazem a PM de Bacabal.
O COPOM,  o P3, o P2, o Esquadrão Águia, outrora Unidade Falcão, e a Força Tática, serão comandadas pelos seguintes oficiais:
COPOM e P 3 – Tenente Fernandes
P 2 – Tenente Nóbrega
Esquadrão Águia – Tenente Santos

Queremos ressaltar que, em sua fala, durante a solenidade de posse, e até mesmo antes de assumir o Comando do 15º BPM, o novo comandante, Major Miguel Neto, chamou de “mais um desafio”, a missão que o aguardava ( o Comando do 15º BPM). E durante a 1ª reunião disse está apostando, em todos os policiais, até mesmo antes de o desempenho de cada um. E quanto à Força Tática, disse: “vocês estão treinados p ara ser os melhores”.



O sub comandante, Major Cristiano fala sobre a 1ª operação feita na gestão que tem sua participação.