domingo, 5 de maio de 2013

O pregador é um comunicador



Numa certa Igreja, Templo Católico, pronto para assistir a missa de Domingo,  confesso que tive vontade sair da Igreja, quando iniciou a celebração.

O fato, é que, o Padre iniciou a celebração tão desanimado, que sua voz parecia não querer sair. Eu saí de casa, com tanta vontade de ouvir a pregação do Evangelho de João, que trata da despedida de Jesus Cristo, que confortava os discípulos...logo mais não estarei com vocês, mas deixarei   o Espírito Santo...

Me veio uma sugestão: Temos que trazer Jesus em nós mesmos, porque, se o pregador não estiver com Ele, para nos oferecer, vai acontecer o que acabo de narrar. A minha decepção.

Mas, também, vai aqui uma sugestão: Cada um de nós, que escolheu um missão, tem um compromisso, e no caso, aqui, com Deus, se é que acreditamos ter recebido d'Ele a tal missão. E não a recebemos para ser negligentes mas para cumpri-la. Se alguém duvida, leia a parábola dos talentos, no Evangelho de Mateus, capítulo 25, versículo 14 a 29. Ou do "sal da terra e luz do mundo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário