sábado, 15 de junho de 2013

De Klerk: "Quando disse que seria libertado, Mandela achou que era cedo"

Mandela e De Klerk se cumprimentam após receberem o Nobel da Paz em Oslo, na Noruega, em 10 de dezembro de 1993 Foto: AFP
Mandela e De Klerk se cumprimentam após receberem o Nobel da Paz em Oslo, na Noruega, em 10 de dezembro de 1993
Foto: AFP

"'Vamos negociar muitas coisas no futuro'", lhe disse, "'mas sobre a data de libertação, não. No entanto, podemos negociar onde e a que horas quer ser libertado'. E ele sorriu e aceitou, e foi libertado no dia 11 de fevereiro", relembra o ex-chefe de Estado.
Para De Klerk (Johanesburgo, 1936), Mandela - hospitalizado em estado grave desde sábado passado por uma recorrente infecção pulmonar - é "um homem de princípios, com uma visão clara, mas principalmente, um homem conciliador" com um "grande senso do humor".
Click no Link:


Nenhum comentário:

Postar um comentário