quarta-feira, 10 de julho de 2013

Pode até dá preguiça de ler, mas pode ser bom.

A gente gostaria de concordar com os governantes, eu sei. Eu, e tantas pessoas, certamente, senhores(a)...gostaríamos.

Imagino, que falar mal dos governantes, a começar por nossos Vereadores, depois Prefeitos, Deputados, Governadores, Senadores...e lá vai... até Presidente, ou Presidenta da República, não deve ser uma vocação, sobretudo num País Cristão, como é o nosso Brasil; uma vez que como Cristãos e aprendemos a respeitar as autoridades, que são constituída por Deus.

Mas, senhores(a), convenhamos: durante o processo de apresentação das pessoas que se lançam candidatos, que chamamos carinhosamente de Campanha...política, os candidatos, ao fazerem a apresentação, de uma maneira educadíssima, por sinal, que chega a impressionar, com tamanha educação, e só para lembar, vejamos: Pela manhã, cedo, na casa do Candidato, normalmente os trabalhadores da Campanha, pregadores de cartazes, motoristas de carros de som, e outros, as mulheres, ou homens balançam as  bandeiras, a turma da charanga, tudo muito bem organizado, rumam-se aos bairros, ou Zona Rural, todos sob o comando de uma coordenação. Tão bonito que dá gosto ver, principalmente quando é para a Zona Rural... uns 200(duzentos) carros enfileirados, poeira cobrindo... e é tudo muito bonito! Sim, de tão empolgado que fico, só em narrar a organização da apresentação dos candidatos, que chamamos, carinhosamente de campanha... sim, até estava esquecendo de falar dos principais trabalhadores da referida apresentação, que aqui chamamos de campanha, que são os Fotógrafos e Cinegrafistas, e aqui eu me incluo, sou Fotógrafo...

Mas...vamos logo, e nós cinegrafistas, e fotógrafos da bonita apresentação, que aqui chamamos de campanha, vamos na frente, para começar filmar ou fotografar as pessoas do lugar, que, voluntariamente, digo voluntariamente, porque ninguém, digo, o homem ou mulher, que vai se apresentar naquela localidade,  pediu, nem muito menos pagou a ninguém  para esperar com bandeiras...

E é bonito "demais da conta". Digo "demais da conta", senhores(a), porque somos caipiras e falamos assim, para dar mais força na maneira de dizer que é tudo muito bonito, a apresentação, que aqui chamamos de campanha...é,  política, sim.

Senhores(a), pode ser que outros, que não bacabalenses, maranhenses ou mesmo brasileiros venham ler o texto, sobre a apresentação daquele ou daquela que se propõe, que aqui chamamos de campanha, e deixem-me dizer, que vou resumir. Nem vou falar dos momentos em palanques, que chamamos, carinhosamente de Comícios, nem  falar das bonitas palavras e promessas...

Só vou fazer aqui uma ilustração: Um cidadão estava num discurso, muito bonito por sinal, que era mais ou menos assim: meus amigo, vou fazer escola para as criança, vou trazer trabalho para os homem e as mulher. No momento, um amigo do candidato, que estava ao seu lado, cutucou nele e disse: ei rapaz, emprega o plural...então muito rápido ele, o candidato emendou: "Vou empregar o plural e a família do plural".

Senhores(a), eu só queria mesmo era explicar, que numa apresentação tão bonita, dos candidatos, que chamamos carinhosamente de campanha, onde tudo começa,  muito bonito, jamais alguém vai acreditar, que o vereador, prefeito, deputado estadual, governador, deputado federal, senador ou presidente, ou presidenta vão fazer ao contrário do que é seu dever, que é representar e representar com justiça, o povo que o colocou lá no trono. Por isso, eu, que também sou insatisfeito, resolvi gravar, com minha própria voz, a Oração do Rei Salomão, quando assumiu a coroa de seu pai, o Rei Davi, porque acredito, que, se os nossos representantes, fizessem uma oração parecida com ela, as críticas, com ou sem graças, bem humoradas ou não, não estampariam as páginas de tudo quanto é meio de comunicação.

Muito obrigado!
Ao receber a Coroa do Pai, Davi, o Rei Salomão pediu a Deus Sabedoria







Nenhum comentário:

Postar um comentário