terça-feira, 6 de agosto de 2013

Como está a atual gestão de nosso Município?

A atenção para com  o que nos ronda é indispensável. Sobretudo quando se trata de algo que diz respeito ao povo.

Como está a atual gestão? Se perguntar para as pessoas que fazem parte da cúpula do grupo do governo, está bem, porque,  o "Município estava sucateado" e ninguém sabe fazer milagres. Se perguntar a alguém, que por um motivo ou outro é contra ao atual gestor, ou sua gestão, está péssimo. Se perguntar a mim, eu digo, que, talvez esteja como deveria está, se analisássemos a forma de nossa democracia, onde ganha que tem mais, ou investe mais. Porque, quando se gasta dinheiro, sobretudo, se essa pessoa que gasta, for muito inteligente, é para ter retorno. E, conhecendo um pouco de como funciona nossa "democracia", que nós, o povo, aceita, e muitas das vezes pede para que exista, nos oferecendo para venda, digo, oferecendo nosso poder de escolha do representante para venda, e o candidato, que também vive num "País Democrático", e que faz parte do povo, sabendo de como funciona, investe o que pode ou o que o poder do crédito lhe proporciona, para vencer, o que não é errado, pelo menos, para o que conhecemos com forma democrática de escolha.

Senhores(a), resolvi abordar a questão partidária, primeiro, porque, é de nossa responsabilidade, da Imprensa, que representa, também a sociedade, e tem o dever de informar, bem como de toda a sociedade como um todo, acompanhar, ajudar,  fiscalizar e questionar a gestão que representa essa sociedade. Fechar os olhos ou os ouvidos, negar a contribuição, que é de nossa obrigação, é pecado, só criticar, sem sugerir, não é correto, bater palmas, só porque, digamos, eu sou do grupo, e recebo para isso, é prejudicial, a mim, que vou ficar conhecido, como um cidadão sem personalidade e sem caráter ", ou puxa saco",como grosseiramente se diz.

Senhores(a), se atentarmos para o bom senso, se buscarmos, cada um de nós cumprir o nosso papel, questionando-nos no que diz respeito à nossa missão de humanos, e humanos tementes a Deus, descobriremos, para nosso espanto, que temos culpas por tudo o que de desagradável nos ronda. Assim, representantes escolhidos, desta ou daquela forma, falha, e muito, quando deixa de representar mesmo, com justiça, o povo do qual faz parte. O povo, eu e você, que nos vendemos a troco, talvez de uma insignificante esmola, porque tememos não conquistar um espaço com dignidade, porque não acreditamos no poder dessa dignidade, que a natureza e o Deus da natureza nos proporciona, para viver e deixar o outro viver. Sei que muitos dirão que isso é "filosofia". E é filosofia, sem dúvida, como são  filosofias todos os textos ou todos os discurso, até os de "palanques", todas as aulas que eu ou que você teve ou terá. Como são filosofias todas as formas de miséria, implantada, por mim ou por você, que critica ou concorda, que ajuda ou cruza os braços, ou que fecha os olhos, para não se envolver. Para pecar. Pecamos, contra os outros e contra nós, sem sequer ter a dignidade de reconhecer o tal pecado. E assim semeamos cada vez mais essa semente, e amanhã, logo bem cedo, colheremos os frutos...talvez amargos.

Escrito por Jeremias-Fotógrafo e blogueiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário