sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Incensante busca pelo poder

Alguém falou que é preciso ter um pouco de olho gordo para conseguir alguma coisa na vida. O "olho gordo", acredito eu, que foi uma falha na forma de se expressar. E o assunto era enriquecimento ilícito e a forma errada de fazer abordagem por parte da Polícia.

Caros leitores(a), a partir do momento que resolvi publicar textos na Internet, e que pessoas começaram a acessar, e ainda me parar na rua ou em outros lugares, até para me parabenizar, descobrir que estava diante de um desafio: Transmitir o que me foi passado. Me recordo, que quando iniciei numa Academia de Karate, como aluno, o instrutor, durante uma aula, deixou claro, que o principal motivo de se aprender, é ensinar. Caso contrário, continuou, "é melhor, amarrar uma pedra ao pescoço e se atirar lá da Ponte São Francisco, no momento que a maré estiver cheia". Ponte São Francisco, senhores(a), é a ponte que travessa a Bahia de São Marcos para o Bairro do São Francisco e toda orla marítima, onde estão  as praias de São Luís-MA.

Mas, senhores(a), o texto que agora publico, objeta, ser espalhado, no sentido de questionar a busca ao poder. Que normalmente é feita de maneira errada, até porque, as formas de conquistas que o mundo tem abraçado,  visa elevar o ser, sem mostrar a grandeza interior, capaz de construir uma sociedade mais justa. Isso, porque, a riqueza conquistada na injustiça, traz consigo uma herança maldita, uma vez que  incentiva milhares, sobretudo de jovens, para uma prática, cada vez maior de desonestidade. Então senhores(a), se torna inútil a luta demagoga do governo, no combate a qualquer tipo de delinquência. A tapeação é notada, até por pessoas inocentes. E assim, enquanto policiais, muitas das vezes realmente sérios e sensíveis, estão correndo contra a desordem nas ruas, suas casas e suas famílias estão desamparadas e sujeitas às punições de um governo injusto, e que para se justificar põe a culpa em tudo e em todos, e usa o escudo chamada de "Sistema", para amenizar o impacto das pedras arremessadas por vândalos, escondidos atrás das verdadeiras revoltas, de pessoas, que com dignidade trabalham noite e dia, para levar para casa, o pão, não esmolado pelo mesmo governo apelidado de "Sistema". 

Façamos diferente. O dinheiro, que me permite fazer parte do grupo do poder, não é maior que a dignidade, que mesmo depois que eu não estiver mais por aqui, fluirá, sem dúvidas, para os meus filhos, netos...bisneto, quem sabe... e ainda servirá como caminho para se  aproximar da verdade ensinada por Jesus Cristo. Verdade, alias, capaz de conduzir verdadeiramente ao destino final, por Ele também ensinado.

Escrito por Jeremias-Fotógrafo e blogueiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário