sábado, 10 de agosto de 2013

Regateei com a vida por um centavo...


Regateei com a vida por um centavo,
E a Vida não quis pagar mais,
Por mais que eu implorasse à noite
Quando contava meus magros haveres.

Pois a Vida é apenas empregador,
Dá-lhe o que você pede,
Mas desde que tenha estabelecido o salário,
Ora, é preciso agüentar a tarefa.

Trabalhei por um salário vil,
Só para descobrir, assombrado,
Que qualquer salário que eu tivesse pedido à Vida,
Ela teria pago com boa vontade
.
( do Livro Pense e enriqueça, de Napoleon Hilll)


Mensagem do blogueiro:
Senhores(a), os textos que escrevo, ou reescrevo, não teriam nem um sentido, se eu não acreditasse neles. E certamente não os faria, se minha mente não se sentisse tomada por algo que a enche, a ponto de transbordar. O pagamento que almejo receber, talvez seja o mesmo que você almeje, quando busca fazer um trabalho, mas, com certeza, é o que já venho recebendo: a satisfação de acreditar que posso  servir para alguma coisa.

Escrito por Jeremias-Fotógrafo e blogueiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário