terça-feira, 3 de setembro de 2013

Operação Policial que prendeu o acusado de homicidar, com sete facadas a própria esposa.


No dia 31 de Agosto próximo passado, Sábado portanto, um toque de chamada do celular de Sargento Portela, o fez acordar. Um informante, amigo seu, comunicava sobre um assassinato, na noite anterior, com requinte de crueldade.

No aconchego de um dormitório climatizado, de férias, muito embora, no Quartel, está o Sargento Portela. No entanto, entre policiais, cuja vocação é defender e com justiça a população, o cumprimento da Missão está acima, também, das férias, e Sargento Portela sabe, e muito bem, disso. Defender, fazendo valer a justiça, seja a marca das autoridades, uma vez que elas, de acordo com a Bíblia, são constituídas por Deus.

Sargento Portela, que de acordo com o que falou, vem devotando todos os seus esforços ao serviço da Polícia Militar, levantou da cama, pôs-se de joelhos, leu um texto da bíblia, pediu a Deus, que queria, antes que completasse 24 horas, prender o acusado, e se dirigiu, juntamente com uma equipe, formada por Tenente Araújo, Aspirante Nóbrega, e Cabo Duvale, por volta das 7:30hs, ao local informado.

Da abordagem

Chegando ao local, a  Polícia Militar localizou o veículo, cujo interior estaria o acusado, e então o mesmo foi seguido, na cidade de Olho D'água. Mas, em virtude de um entra e sai de Ruas, perderam-no de vista, situação que fez a equipe policial voltar para o início da estrada de acesso à cidade, mais precisamente no Posto Zé Chicão, local onde lograram exito. No momento em que o veículo(umTáxi), seria abastecido, já de posse da chave do mesmo, a prisão de Ricardo foi efetuada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário