sábado, 5 de outubro de 2013

Para Amigo(a)

Para a amiga Nagela...com carinho!

De vez em quando me encho de gratidão e começo elogiar, desmedidamente, pode ser que sim, aos amigos, e porque não? Sei que elogiá-los não pagará nada do que fizeram ou fazem por mim. Mas, de qual outra maneira posso pagar? me pergunto, e como não tenho a resposta, apelo para algo que parece sugestões A Bíblia, em sua infinita complexidade, ao meu ponto de vista, evidencia os favores, como algo grandioso que se tem para os amigos, como por exemplo: "Deus dá aos seus amigos, até mesmo durante o sono"Salmo 126). Ou ainda: " A vós vos é dado CONHECER OS MISTÉRIOS DO REINO DE DEUS, mas AOS OUTROS, por parábolas, para que, vendo, NÃO VEJAM e, ouvindo, NÃO ENTENDAM."

(Evangelho de Lucas,( Cap. 8, vers. 10).


Cá entre nós, não faltam provérbios..."Aos amigos, os favores da lei, aos inimigos os rigores". "Amigos é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito..."



Quanta sabedoria, senhores(a)! No entanto, pouco atentamos para o ponto X da questão, e nos extraviamos, como dizia o sábio  Charles Chaplin, no O Último Discurso - do Filme "O Grande Ditador",  quando dizia: "O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos...". Nos perdemos e perdemos a oportunidade de agradecer, mais do que de criticar, caluniar, ignorar, desprezar... desrespeitar mesmo, matando a raiz da generosidade, virtude embutida no ato mais digno ao homem, recomendado por Jesus Cristo, que é a caridade, ato que dá brilho ao "Amai-vos uns aos outros".

Como haveremos de cumprir o maior mandamento de Jesus Cristo, que deve se estender aos inimigos? se não fazemos, nem mesmo aos amigos?


Nenhum comentário:

Postar um comentário