quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Constantes lutas

Muito embora busquemos paz, ainda assim somos convidados a lutar...contra todos, e às vezes, contra nós mesmos, porque temos que estabelecer nosso próprio território.  ou pelo menos "um lugar ao sol", mesmo que não traga realização.

Ao acordar, muitas das vezes,  ainda com sono, corremos para mais uma jornada de trabalho. Lá fora nos esperam as adversidades, que como empecilhos parecem ter um só motivo de existir: nos impedir, e um outro motivo,  também nos impedir que cumpramos a missão do dia, da semana, do mês...até que chega o dia de comemorar. E  ainda, por um momento, ao parar diante das próprias realizações... lá se foram os anos... de muita insistência! A vitória, desfaçada de derrota, e por isso não reconhecida, chega e  pelos fundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário