domingo, 24 de novembro de 2013

Um ano mais velho, sim!



Um ano mais velho sim, e porque não? "O tempo não perdoa", como costumamos dizer, porque associamos  a idade com a velhice, ao invés de levarmos em conta a Bênção da longevidade. 

A insatisfação humana, tem sua raiz na limitação que nasce junto com cada um de nós. Nunca saberemos tudo, assim, como nunca alcançaremos tudo. Nem mesmo, muitas das vezes, "o que temos ao alcance da mão", como disse o rei Salomão, motivo pelo qual pediu a sabedoria para Deus, afim também, de que pudesse entender os seus desígnios.

Um presente! É assim que posso descrever o dia, que não quis que terminasse, sem antes agradecer a cada uma das mensagens, dos telefonemas e tantas outras coisas.

Acordei... mais uma vez, eis o primeiro presente do dia.  Antes, no dia anterior,  recebi um telefonema de minha mãe, que apesar dos 81 anos de idade, não esqueceu da data, nem da idade do filho, que mesmo aos cinquenta,  para ela não passa de um menino indefeso... coisas de mãe.

Alem de acordar, pela manhã, como já coloquei acima, recebi um embrulho bem feito, da esposa...um presente! Ao escolher um trecho bíblico  pra ler, depois da oração, que faço todos os dias, sem folhear, acertei no Livro do profeta, cujo o nome eu tenho dele: Jeremias. Várias mensagens pelo celular, um almoço, oferecido pelo filho mais velho, Daniel, uma visita de um amigo, com sua esposa e filha, que dedicadamente me aprontaram também um bolo. Um telefonema da mãe dos meus três primeiros filhos, e logo em seguida as felicitações, vindas de uma filha que decidira pela rebeldia, que agora me dizia ter caído a ficha, em relação às suas atitudes. 

Como parte do que recebi de presente, fui à Igreja, assistir a uma celebração eucarística, e chegar em resolvi agradecer aos amigos das mensagens na internet.

Estamos postando...

2 comentários:

  1. Parabéns, Irmão Jeremias. Rogo que as bênçãos de Deus protejam o seu caminho.

    ResponderExcluir