quarta-feira, 9 de abril de 2014

Ponto de vista - Caminhar com os próprios pes


Ultimamente tem se tornado uma constante, o meu questionamento sobre caminhar com os próprios pês.
Alguém, talvez queira me perguntar o que eu tenho a ver com a questão das Associações, sindicatos ou grupos e outros, dependerem 24 horas dos políticos partidários.

A minha resposta é: Se você se tornar escravo de alguém, e não levar outras pessoas com você, não tem problema. Mas, se se oferece como escravo e negocia os outros, me incluindo, então é da minha conta, sim, e você está cometendo um crime.

Há alguns dias atras, perguntei a um líder de uma comunidade da Zona Rural, se é possível uma Associação caminhar com os próprios pés, sem ficar atrelado ao poder municipal. Me chamou a atenção o foto de ele está muito em uma determinada Secretaria municipal, que cheguei a acreditar que ele era funcionário daquela casa. Quanto a poder ou não uma  Associação caminhar com o próprios pés, ele falou que é muito difícil, porque é o prefeito que faz acontecer. Como parte da conversa,  ainda perguntei:  Se a Associação estiver toda legalizada,  e neutra, não rebe os benefícios do governo? Se recebe, então não precisa fazer parte deste ou daquele grupo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário