terça-feira, 15 de julho de 2014

Dia Internacional do Homem.


A princípio, parece sugerir um poema, ou algo parecido, falando do reconhecimento da função do homem como parte da natureza. Ou até, quem sabe... escrever sobre o papel de grande líder, que recebeu do Criador, e da  missão de povoar a terra, e de trabalhar duro... para seu sustento, mas também, de  dominar sobre todas as coisas. 

Estou, em tom de brincadeira, é claro, pois sei da reação negativa que eu provocaria contra mim, e do repúdio de muitos...homens e mulheres que vivem uma cultura de abominação ao marxismo. O que realmente, quando existe, deve receber mesmo, o repudiado, porque homens e mulheres, são seres, que provavelmente foram criados para complemento um do outro, além da inegável verdade de que, a união de ambos, é necessária para a procriação e perpetuação da espécie humana. E bem melhor, talvez, seja admitir, que entre homem e mulher, o amor domina. Não havendo necessidade de uma cultura feminista, que sugere direitos iguais, que na realidade chegam, muitas das vezes a causar afronta ao homem, que deixa de ser protetor e passa a impor ordens, gerando assim, um duelo, ao invés de perfeita e harmoniosa parceria.

Eu poderia, somente reescrever um texto, contando como começou o Dia Internacional do Homem, de que é comemorado desde 1999, no dia 19 de Novembro de cada ano, que teve a iniciativa do Dr. Jerome Teelucksingh, em Trinidad e Tobaco, com o apoio da ONU, e vários grupos de Direitos masculinos da América do Norte, Europa, Africa e Asia.

Eu poderia, somente reescrever um texto, contando como começou o Dia Internacional do Homem, de que é comemorado desde 1999, no dia 19 de Novembro de cada ano, que teve a iniciativa do Dr. Jerome Teelucksingh, em Trinidad e Tobaco, com o apoio da ONU, e vários grupos de Direitos masculinos da América do Norte, Europa, Africa e Asia.

No Brasil, teve a iniciativa da Associação de Escritores, e a comemoração já dura um pouco mais de tempo. Data de 1992, e 15 de Julho, é o dia "D". 









Nenhum comentário:

Postar um comentário