sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Porque o senhor(a) quer ser deputado(a)?


Mais uma campanha política chega ao final. E como Imprensa, agraciado pela luz da evolução, no mundo digital, que trouxe consigo a Imprensa virtual, aproveitei para tentar arrancar de alguns candidatos a representar o povo, a resposta, que o mesmo povo busca, mas que não obtêm, porque, a palavra "ajudar", ocupa todo o tempo, que o referido candidato tem, durante toda a campanha. E eles cumprem de fato: ajudam, na construção de uma casa luxuosa, com um sistema de segurança eficiente, contra intrusos...que gostariam de chegar e dizer: senhor(a) prefeito(a)...governador(a),  votei no senhor(a), e agora preciso de uma ajuda...sim, a ajuda, que o povo, por ser tão pacato, pois é assim que somos, não sabe interpretar e interpreta mal. Ajudar, na construção da fazenda, ou pagamento, da que comprou durante a campanha política, quando essa apontava para uma provável vitória. E a gente pensava que era ajudar o povo a adquirir as coisas, que por direito, tem, como Saúde pública, Educação e outras coisas.

Eu, com o Blog do Jeremias, tentei arrancar a resposta com um pouco mais de detalhes. Não entrevistei a todos os de Bacabal, como era o meu propósito, mas conversei com treze pessoas e obtive onze respostas. 

O Blog do Jeremias perguntava a cada candidato(a) a deputado(a): Porque o senhor(a) quer ser deputado(a)?

Porque, ao longo de muito tempo, o povo brasileiro tem escolhido, através do voto, seus "Representantes", que, na maioria das vezes, infelizmente, não representam, pelo menos, não o povo.

Em virtude da descrença, em relação a isso, a responsabilidade da Imprensa em ajudar , na mudança desse quadro, torna-se, cada vez maior, uma vez que, Imprensa, assim como os Políticos Partidários, são parte do povo. Somos todos parte de uma população, de forma que, se algo não vai bem, não é culpa de uma só pessoa ou de uma só classe, mas de todos nós.


Cabe aos representantes, juntamente com os representados, assim como, a todos os segmentos de uma sociedade, buscar soluções. Não queiramos, nós o povo, aceitar ser escravo, e nem escravizar. A luta pela liberdade seja nossa principal missão.  

Bom Dia...! Que Deus nos abençoe. 

O candidato a deputado federal, Zé Carlos reis responde:




O candidato a deputado estadual, Zorro, responde:


O candidato a deputado federal, Jansen Penha, responde:


O candidato a deputado federal, Ilton Viana, responde:


O candidato a deputado estadual, Irmão Leal, responde:


O candidato à reeleição, a deputado estadual, Roberto Costa
responde:


O candidato a deputado estadual, Erivelto Martins, responde:




A candidata a deputada estadual, Liduina,
responde:



O candidato a deputado federal, Luizinho
da casa dos padeiros, responde:



O candidato a deputado federal, Florêncio Neto,
responde:


O candidato a deputado estadual, Chagas Araújo,
responde:




Jamile Suzart Não respondeu. Argumentou que os blogueiros distorcem o que as pessoas dizem



Carlinhos Florêncio não respondeu. Não tinha como responder naquele momento. Responderia em outra ocasião.

Foi assim, que procedemos...
Nosso propósito é perguntar a todos os candidatos, sobretudo, os de Bacabal. Mas, no caso de alguém, dentre os nobres candidatos, se negar a responder, é direito seu. O que não significa que o povo perca o direito em ouvir as respostas.

Respondendo o que questionou uma candidata, não distorceremos a nenhuma resposta. Não é este o papel da verdadeira Imprensa. Primamos pela verdade, porque, mentir é crime, e mentir, envolvendo o povo, é crime grave. É o que alias, fazem muito, os nossos "representantes". Aqueles mesmos que elegemos, que ao usar um palanque, disseram o que hoje, os candidatos, a ocuparem os cargos dos que sairão, dizem. 

Perguntar porque o candidato quer ser deputado, não é uma afronta. Afinal, eles estão pedindo nosso voto, o poder que temos, e que usaremos em benefício deles. E o que queremos, é que ele nos falem. No caso do Blog do Jeremias, que sugere a resposta, não aceita o discurso do palanque como tal, porque já ouvimos muitos discursos...que morrem no comício de encerramento, três dias, antes da eleição.

Como Fotógrafo, e blogueiro, e sobretudo, como povo, sei que devo muito, porque, muitas vezes deixo de me empenhar, à altura do que nossa gente precisa. Mas...quero pagar! Cumprindo meu dever. 

Não entrevistamos a todos, como gostaríamos, mas  postamos  as que foram feitas com os onze.                                                                                                                                                                          

Muito Obrigado...!



Nenhum comentário:

Postar um comentário