quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Corrupção...está dentro de nós...!


Corruptus, do Latim, que significa quebrados em pedaços, ou o que torna-se podre
Corrupção social ou estatal: Incapacidade moral dos cidadãos de assumir compromissos voltados ao bem comum.

Muito comentado e por vezes, odiado, é o ato de corromper, quando se trata de corrupção social. No entanto, tão comum, que se pode encontrar em qualquer lugar ou classe.

Quando por exemplo, um gestor, tira de alguém algo, para dar a outro, e quando esse outro é da família do gestor em questão, o mundo desaba sobre o gestor. O mundo aqui, é o lado que perdeu, porque o que ganhou coloca o mesmo gestor num andor...que significa um lugar privilegiado, onde os sem defeitos, ou santos ficam, na avaliação dos cristãos católicos.

Atores  de televisão ou do teatro, ou contadores de piadas, chamados de artistas ambulantes adquirem fama, ao explorarem o lado da corrupção de forma humorística. É aliás, no humor, onde e tão somente, o podre da falcatrua pública parece engraçado.

Temos, senhores(a), todos nós...acredito que sem excessão,  grande capacidade de acusar e condenar os corruptos, sobretudo, se não forem de nossa família, ou mesmo nós...eu ou você. Porque hoje de manhã, digamos assim, crucificamos todos os corruptos...mas, antes mesmo do dia encerrar, crucificamos todos os irmãos que estiveram conosco na "passeata", que pedia justiça. Negamos, o que pregamos, mais rapido que Pedro negou a Jesus Cristo, e traímos o mesmo Cristo, mais rapido que Judas, e nem precisamos ouvir a proposta das trinta moedas de prata. Um contrato, inferior ao que ao valor que a dignidade me propôs. 

Envergonhemos-nos de haver acusado os corruptos e de tê-los colocado na fogueira dos ereges, porque, nós nos condenamos e condenamos aos nossos filhos, que aprenderam nas escolas dos pais.

Mudar o mundo, pode significar fazer uma nova construção. E a melhor forma é começar dentro de mim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário