segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Problemas de um povo, quem pode resolver?


Os problemas de um povo, nascem, na maioria das vezes, quando esse(povo) está sendo formado. Muitos, vêm das raízes, e dificilmente têm solução. Como a escravidão, por exemplo.

O proprietário de uma grande lavoura de cana de açúcar, depois de um investimento em escravos, viu-se completamente derrotado. De uma hora para outra, já não tinha um escravo sequer. Os escravos, simplesmente, não eram mais escravos, e que significa isso? simplesmente, prejuízo. Iriam agora os donos das lavouras, pagar de novo para ter outra mão de obra.

Pois é, o patrão, que já não é mais senhor, inteligentemente chama seus ex escravos e diz: Vocês não são mais escravos. Não são mais obrigados a trabalhar de graça. Mas, se quiserem, podem ficar por aqui. Podem morar perto de mim, e trabalharem para ganhar dinheiro. Ninguém mexe com vocês.

E assim foi. A "consideração" dos ex. senhores para com os ex. escravos, e dos ex. escravos em relação aos ex. senhores, passou para outras gerações. Os ex. escravos, descendentes de africanos, não tinham muitas opções, e aceitaram, e ainda, em muitos casos, permanecem, e durante muito tempo...será assim.

Assim, senhores(a), talvez fique mais fácil entender. O passo a passo continuará sendo lento, mas necessário, e os problemas, que o próprio povo do qual eu faço parte, precisa resolver, fará, com a minha e sua participação, porque, somos os criadores da maioria deles, acredito, e negligentes na hora de combater. 











































Nenhum comentário:

Postar um comentário