terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Corrupção: Porque e para que evitar


A princípio pode não fazer muito sentido falar sobre isso, porque, muitas das vezes acreditamos que não tem jeito, todos nós somos corruptos. Ou porque, o que chamamos de corrupção pode não passar de uma questão de interpretação a cerca das atitudes com as quais nos deparamos.

A interpretação de atitudes, de qualquer maneira pode está correta, até o momento em que  tais atitudes não nos causarem mal. Enquanto o mal estiver afetando os outros, podemos até chamar de "lei da sobrevivência". Mas, se "lei da sobrevivência" for por exemplo, desviar  recursos público´, na área da Saúde, da Educação, Saneamento básico, ou de qualquer setor público, Ou ainda, significar, procurar os meios menos difíceis para ganhar dinheiro, como fazer campanha política para alguém, com um histórico não muito satisfatório, e isso, diga-se de passagem, é muito comum no meio do povo, que sejam mudados os nossos conceitos, a cerca de "lei da sobrevivência".

Estamos procurando organizar um Grupo de pessoas, para trabalhar o Social. E isso também, assim como falar de corrupção, pode ser sem sentido, porque, ao longo de milhares de anos, a humanidade tem vivido em "grupos", que quase sempre acaba em atritos de ideias. A desonestidade, deslealdade, infidelidade, egoísmo, e todo tipo de atitudes desrespeitosas, parecem inevitáveis. Contudo, distanciar ao máximo desses meios, pode ser o passo inicial para a mudança  que tanto se prega. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário