segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Ser CRISTÃO é um desafio


A bíblia, assim como a Historia Geral, nos conta sobre o Homem que dividiu a história da humanidade em duas: a C e d C. Ele ficou comhecido quando esteve por aqui, pelo que  falava , ensinava e fazia. Seu nome,  era e continua sendo  Jesus Cristo. Digo, continua sendo, porque o mundo fala sobre Ele, não como alguém que viveu, emtre nós, digo,  entre nossos antepassados, mas como alguém que vive.

Ele escolheu doze pessoas para  com os quais conviver. Esteve por várias vezes nas práias,  e muitas das vezes subia em algum Barco para ter mais espaço para conversar com o povo  que o cercava. E as conversas, se transformavam em sermóes.

Os inúmeros milagres, narrados pela bíblia causaram tulmultos, porque inúmeros problemas  oercavam o povo da época. Por outro lado, muitos invejavam -no porque por conde quer que  fosse, uma multudão acompanhava atrás.

 Anunciado centenas de anos antes de seu nascimento, e celebrado milhares de vezes, pela terra, depois de sua morte, o nome de Jesus Cristo  cresce a todo momento. E muito embora o poder da terra não queira reconhecer o poder de Jesus Cristo, sua doutrina é espalhada, e seu nome tem transformado  vidas por todos os cantos da terra. Mas, ser cristão não é tarefa fácil.  A própria Igreja de Jesus ainda engatinha, apesar dos mais de doi s mil anos  de caminhada. Seu líderes, na tentativa de acertar, às vezes erram, erram muito.



Na abertura da Campanha da Fraternidade, que tem o Tema, Fraternidade, Igreja e Sociedade, e com o Lema, "Eu vim para servir"( cf, Mc 10, 45 o Papa Francisco, chama a atenção da Igreja para seu verdadeiro papel, que é evangelizar com a vida. O entrosamento dos membros da Igreja, no sentido de se ajudarem, é indispensável,  porque, é na ajuda que as dificuldades são superadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário