sábado, 28 de fevereiro de 2015

Tributos a He Man








Nos anos de 2002 a 2003 esteve em Bacabal um cidadão por nome He-Man. Baseado no filme infantil de desenho animado,  surgiu o personagem,  He -Man do Nordeste. Um paraguaio naturalizado brasileiro, que viajava Nordeste afora com um Circo, intitulado “o Circo do He- Man”
.
O Circo do He -Man animou por mais de um mês as noites de Bacabal. Fez muitas amizades, apesar de fazer lutas livres. Desafiava a plateia. Lutava com quantos aparecessem. No final de cada luta,     He- Man abraçava todos os lutadores. Aquilo para ele, a luta, era um divertimento. uma vez por outra acertava uma luta com um lutador profissional, dava a ele um percentual da renda apurada. Dizia ele: “Eles vêm, muitas das vezes, de longe para lutar comigo! Precisam ganhar dinheiro. Vivem disso”.

Despertou em algumas pessoas o desejo por lutas livres, dos quais destaco, Borracha, que se tornou mais tarde, profissional, Émerson, Danilo, Fábio, Joquede e outros.

Eu, mais do que ninguém, em Bacabal fiquei devendo a He-Man, e mais do que favores.  Eu havia comprado recentemente um equipamento para  Studio de Fotografia. Depois de uma conversa, me autorizou montar o Studio nas dependências do Circo. Depois de cada   espetáculo  muitos queriam  tirar uma fotografia com ele, era quando eu entrava em cena.

Há algum tempo atras, vasculhando a internet, fiquei sabendo sobre sua morte, mas só agora resolvi escrever sobre ele. É o mínimo que eu poderia fazer. Sou certo de que fez muitas amizades, por onde esteve com seu Circo. E aqui presto a ele esta homenagem.

Vejam postagens da Internet



 Nos anos 90 apareceu na cidade do Crato o circo do He-Man, protagonizado pelo paraguaio, naturalizado alagoano que desafiava a plateia para lutar num ringue improvisado, onde deveria ser um picadeiro. O lutador Lenine Alves Baptista, mais conhecido como He-Man, o Gigante Loiro das Américas ou He-Man do Nordeste, que encantava o publico todas as noites com o circo lotado. Na época o programa Aqui Agora, do SBT, o repórter Roberto Bulhões fez três matérias com ele, lutando com mais de 30 pessoas e até com mulheres.
No dia de ontem, vasculhando a internet a procura de saber o paradeiro do He-Man nordestino, nossa reportagem se deparou com a triste noticia de sua morte. He-Man foi covardemente assassinado pelo sogro, na cidade de Ouricuri, em Pernambuco, em janeiro de 2009. Segundo conseguimos apurar, He-Man chegou à cidade de Ouricuri no dia 26 de dezembro de 2008 para visitar os filhos que residem com a mãe, Aparecida (Cida). O assassino de He-Man, segundo a polícia pernambucana, é seu sogro Manoel Lacerda da Silva, que deu 5 tiros na vitima, todos pelas costas. Após o primeiro disparo, que atingiu a cabeça, He-Man ainda tentou fugir, mas levou outros quatro.
Forte, como todos os grandes lutadores, o gigante ainda correu até o lote vizinho e caiu. Foi levado consciente ao hospital do município e logo depois transferido para Petrolina, onde ficou hospitalizado até o dia 08 de janeiro de 2009, quando veio a óbito. Seu sepultamento aconteceu no dia 11, na cidade de Sobradinho, no Distrito Federal, onde vive sua outra família.
Veja nos links abaixo, as imagens de He-Man no aqui Agora, do SBT
Fonte: Inovavox.com

5 RESPOSTAS A CRATO-CE: HE-MAN DO NORDESTE QUE FEZ SUCESSO NO CARIRI FOI ASSASSINADO NO PERNAMBUCO

  1. david manarelli 
    É Realmente triste a notícia,ele c seu estilo americano…hoje wwe influenciou muitos jovens lutadores,pois tinha potencial de lutador e agia com brincadeira,um homem de bom coração.Que DEUS o guarde .
  2. roberio de sa rocha 
    eu conheci um cara que empatou com ele em uma luta
  3. Subi ontem da morte do He-Man, e fiquei muito triste, lembro uma vez quando eu fui lutar, no palácio dos Esportes em Natal (RN), e ele me deu uma força.
    Que ele descanse em Paz, e espero que o covarde que o matou, esteja ralando na cadeia.
    Um abraço pra família dele, e lembrando a todos os fãs do He-Man, que um grande lutador igual a ele, vai viver para sempre.
  4. Somente, hoje, 29/07/2012, fiquei sabendo da morte covarde do lutador He-man. Quando estava morando em Mossoró, na decada de 90, viu o He-man puxando um pneu pelas ruas de Mossoró e desafiando o Rei Zulu. Multidões ia ao seu espetaculo. Que covardia! Dr. Lima-Cruz/CE.
  5. Lenine Alves Baptista ” he man” foi um dos maiores icones do “vale tudo” e uma das mais fortes influencias para o “MMA” um lutador que conseguil desbancar até o rei dos reis ” Rei Zulu” e findou assassinado covardemente por seu covarde sogro…é uma pena uma lenda ter um final tão triste…

Um comentário:

  1. assisti hoje no whatsapp 25/04/2017 sua luta com 30 homens

    ResponderExcluir