quinta-feira, 25 de junho de 2015

"Deem - lhes vocês mesmo algo para comer"


Assistindo uma palestra, num determinado auditório, comecei a entender a mensagem de Jesus Cristo, no momento em que os discípulos preocupados, chegaram e disseram a ele: "É melhor despedir as multidões, para que vão ao povoado e comprem o que comer".

Não é preciso que eles se desloquem a nenhum lugar para comprar comida, disse Jesus Cristo: "dêem - lhes vocês mesmo algo para comer". 
 
Ajudar é a tarefa principal, por isso é a mais difícil. Às vezes até arriscamos algum tempo para discursos nesse sentido, mas, quando  chega a vez, chegam juntos também, as muitas desculpas, que  ofuscam a prática. E não tem jeito mesmo, a solução é a partilha.                                                  

Se, ao invés de desculpas, buscarmos ajudar, ganharemos tempo e produziremos o desejo da liberdade.

Se atentássemos para o chamado de Jesus Cristo, ou se pelo menos entendêssemos como sugestão, alguns textos bíblicos, como por exemplo: "Vós sois o sal da terra", "vós sois a luz do mundo", "eis que estarei com vôsco todos os dias", ou ainda, "Dêem-lhes vocês mesmos algo para comer".

Se pregássemos com atitudes, ao invés de longos discursos, certamente descobriríamos que o segredo para um mundo melhor está dentro de cada um de nós. E não seríamos tentados a pô culpa pelas mazelas da vida, no governo ou no vizinho.

Apesar dos pretextos e da cultura do querer se dar bem, ainda podemos fazer algo!














Nenhum comentário:

Postar um comentário