quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Como obrigar o político a fazer seu trabalho


O termo obrigar parece grosseiro, mas, um povo organizado pode determinar o que seu representante vai fazer.

Não falo de uma pessoa, mas, de um povo livre, consciente e capaz de se organizar em busca do bem comum. Organizar é o primeiro e o mais difícil passo, porque muitas das vezes, confundimos liderança com esperteza para se dá bem.

Se tomarmos como guia, o  tema da Campanha Ecumênica da Fraternidade de 2016 "Casa comum, nossa responsabilidade", compreenderemos melhor o nosso dever de povo, e induziremos os representantes que escolhemos a entenderem também o seu dever.

O filósofo francês, Joseph Marie Maistre (1753-1821) ficou conhecido no mundo ao escrever a frase: "Cada povo tem o governo que merece".  E não há quem possa contestar isso.

De qual "casa comum" a Campanha da Fraternidade está falando? Da rua? da praça ? da escola pública do dinheiro público? Certamente, senhores (as), de tudo isso.

A obrigação do poder público é com a coletividade, e não comigo particularmente. Porque, quando eu recebo um contrato de um emprego temporário, ou quando recebo um patrocínio para uma festa que vou fazer, sou induzido a concordar com quem me proporcionou tudo isso,  e no caso do "político", vou ter que fazer campanha para ele.

Este texto, senhores (as), é apenas uma sugestão, que pode servir de reflexão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário