segunda-feira, 28 de março de 2016

Como combater a corrupção ?


Poderíamos fazer várias perguntas. Mas, quem responderia? Os que fazem coro com os contra a corrupção? Porque os juízes pouco falam. A gritaria que se ouve nas ruas dos grandes centros do Brasil é de uma parte da população, que diga-se de passagem, sempre foi beneficiada pelo poder. 

As instituições financeiras sempre abriram todo tipo de crédito para os pecuaristas, industriais, comerciantes e pessoas que conseguiram padrinhos ou pistolões... como se queira chamar. Mas quem são os pecuaristas, industriais, comerciantes e apadrinhados? Respondo: Homens ou mulheres que aproveitaram oportunidades que o sistema ofereceu. Foi assim para os senhores da cana de açúcar, do café, das indústrias e da pecuária, durante todo o tempo, desde que aqui chegaram as caravelas de Cabral. E logo mais, já como Brasil colônia, continuou sendo assim. A grande maioria é a massa... de manobra, usada pelos mais espertos. Por outro lado, muitos, mesmo depois da abolição, ainda preferiram servir aos seus senhores, de tudo, inclusive concordando com o que quer seja que venha desses senhores.. 

Por muitos e muitos anos, os chamados coronéis deram as cartas. Os governantes eram aqueles, cujos nomes eram da escolha desses.  E o  povo que sempre fez tudo acontecer, até mesmo como escravo, nunca determinou seu destino, porque, do meio desse mesmo povo surge os chamados lideres, que nos palanques da vida parecem ser a salvação. Mas, uma vez de posse do poder, se corrompem. 


Estamos vivendo num país, onde as insatisfações por parte de duas torcidas, superam,  a vontade de ser útil, no sentido de mudar a política que fazemos. 

Elegemos o candidato, na maioria das vezes, vendendo o voto por migalhas, para depois cobrar o que já não nos pertence. 

Nós, o povo, somos mais corruptos que nossos representantes, a quem chamamos de corruptos. Recebemos deles, esmolas, porque é exatamente o que pedimos. 

Perguntem aos que gritam "fora os corruptos", de que eles vivem? E a maioria, sobretudo das cidades do interior vai revelar que vive às custas de contratos de prefeituras, que conseguiu através de um contrato proveniente da corrupção.

Quando falo isso, lembro-me dos presidentes de Associações de Moradores, de Sindicatos, ou de pessoas que encabeçam algum grupo, que se promovem às custas desses grupos e que enganam tanto quanto ao político, que de forma desrespeitosa chamamos de ladrões. Digo desrespeitosa, porque eles foram eleitos por nós. Se são corruptos é porque têm a nossa cara. 

A solução, ou pelo menos um passo para a solução, seria, tomarmos os efeitos dos escândalos do momento, causados por todos os políticos, independente de partidos, dos da nossa paixão ou dos do nosso ódio, não importa,  ficarmos com vergonha de nós mesmos e começar deixar de ser corruptos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário