quinta-feira, 22 de setembro de 2016

O efeito da MESMA TECLA pode não ser o esperado



A dinâmica de uma campanha política partidária, senhores(a), consiste na evolução exigida pela natureza das grandes disputas. Se não existiu a evolução, não teve dinâmica.

Quando se bate numa só tecla o tempo todo, pode-se causar mal estar aos ouvidos, que se fecham, por causa do incômodo da falta de melodia. É o que estamos sentindo em relação à "proposta" de governo...aliás inusitada... dos "simpáticos concorrentes" do 11. Eles se combinaram nas mesmas "propostas": "ele não é candidato".

Se você almeja  uma vaga, e essa vem através de uma disputa, se prepare, porque você vai enfrentar o concorrente. É com voto e não com a desculpa que o outro não é candidato, que se ganha uma eleição.


Obs A.imagem usada no texto acima foi coletada da internet
                                                                                                                                                                                                                                                                           


Nenhum comentário:

Postar um comentário