quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Para que serve a disputa politica partidária...



De acordo com a história, a democracia surgiu  na Grécia antiga, em 594 antes de Cristo. A ideia foi de Drácon Sólon que acreditava numa forma de governo pelo próprio povo. 

Como é governo do povo, é feito por meio de uma disputa. Alguns nomes são mostrados ao povo para serem apreciados.

Senhores (as), nada demais, até agora, até porque todos nós, quando criança, na escola, aprendemos: "Governo do povo pelo povo e para o povo. Esta é a definição de democracia. O nome é muito bonito, o que não é tanto assim, são as formas que muitos utilizam para encaixar nessa palavra bonita.

O menos aceitável ainda, para não dizer ridículo, é alguém não concordar com o resultado, quando esse não me favorece, digamos assim. Nesse caso eu não posso concorrer, porque vai que eu não seja escolhido...? Eu vou fazer o papel ridículo de atrapalhar quem ganhou. Aí senhores (as), a coisa foge da ética da bonita definição de democracia. E numa avaliação entendida pela maioria, como correta, quem assim procede está sujeito às penalidades da lei.

Em Bacabal está acontecendo exatamente assim. O que deixa bem claro, que a luta pelo poder é mesmo, na maioria das vezes, numa linguagem bem popular, nojenta. Os bonitos discursos do palanque, que falavam no "povo", na "massa sofrida"...e sei lá do mais, tudo termina, quando a estória agora é o poder. Mas o povo tem culpa, eu e você...nós temos culpa porque não somos capazes de nos organizar, para fazer valer...de verdade o que  poderíamos chamar de nossos direitos. 

Atrapalhar, mesmo depois do resultado, quando esse é provado por "A+B" que foi, dentro do que poderíamos chamar de quadro do jogo? Se não concordamos, senhores (as), façamos alguma coisa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário